Quem Somos

História

A história da Fabril Mascarenhas começa em 14 de junho de 1887, quando uma pequena indústria de tecidos foi criada no arraial de Paulo Moreira, interior de Minas Gerais, ainda com o nome de Fábrica de Tecidos do Rio do Peixe, pertencente à Sociedade Industrial Paulo Moreirense. As atividades da indústria impulsionaram a economia local e por conseqüência a fundação da cidade de Alvinópolis.

Em 1912, a fábrica foi adquirida pelo Coronel Aristides José Mascarenhas, Doutor Frederico Augusto Álvares da Silva e Comendador José Maria Afonso Baeta e adotou o nome Companhia Fabril Mascarenhas.

Ao longo dos anos enfrentou grandes desafios, destacando-se entre eles o incêndio de 1939, que destruiu a fábrica completamente. Mas seus dirigentes tiveram determinação de manter o negócio e reconstruíram a fábrica com maquinário moderno trazido da Alemanha e da Inglaterra.

Nas décadas seguintes a Fabril Mascarenhas investiu em seu desenvolvimento com a construção de três usinas hidrelétricas, com a aquisição da Confecção Monferrari e da Industrial Policena Mascarenhas e com a constante renovação de seu maquinário.

Já são mais de 130 anos de atividade em que o espírito empreendedor de seus fundadores guiou cada decisão. Com a parceria constante e competência de sua equipe e apoio da comunidade, a empresa superou adversidades vislumbrando em cada uma delas oportunidades de superação e desenvolvimento.

Linha do Tempo - Fabril Mascarenhas 130 Anos

SÉCULO XIX
1887
A Companhia Industrial Paulo Moreirense é fundada por João Alves Fernandes, Virgílio Domingos Gomes Lima e Tenente Coronel José Pedro Gomes e é inaugurada a Fábrica do Rio do Peixe.
SÉCULO XX
1901
A Paulo Moreirense passa a ser administrada por seus futuros proprietários.
1912
A empresa é adquirida oficialmente pelo Cel. Aristides José Mascarenhas, Dr. Frederico Augusto Álvares da Silva e Com. José Maria Afonso Baeta, adotando o nome Companhia Fabril Mascarenhas.
1922
Uma reorganização administrativa liderada pelo gerente Idyllio Marques Ferreira introduz sistemas de controle e acompanhamento do processo de fabricação de tecidos.
1923
A Fabril Mascarenhas instala um pequeno gerador e passa a fornecer energia elétrica para a cidade de Alvinópolis.
1925
A empresa constrói sua primeira hidrelétrica: a Usina Quebra Cuia.
1939
Um grande incêndio atinge a fábrica e seu futuro é definido pelos sócios em uma troca de telegramas. O Dr. Frederico Augusto Álvares da Silva escreve: "Fábrica totalmente destruída. Violento incêndio."Recebe do Cel. Aristides José Mascarenhas a resposta: "Faça-se outra".
1939
Uma grande equipe se mobiliza para reerguer a fábrica. Funcionários homens se dedicam à construção, enquanto as mulheres são realocadas para trabalhar em uma tecelagem em Belo Horizonte.
1940/41
Após a reconstrução, a nova fábrica é inaugurada com um maquinário mais moderno, importado da Inglaterra e da Alemanha.
1950
A Usina do Funil, com potência de 450 Kwa, é projetada por Frederico Marques Álvares da Silva, o Dr. Fritz. Sua inauguração conta com a presença do então governador de Minas Gerais, Juscelino Kubitschek.
1968
Investindo em infraestrutura, a Fabril Mascarenhas abre escritório administrativo em Belo Horizonte.
1968
A empresa inicia a produção de tecido largo, de 2,20 metros, uma iniciativa pioneira no setor têxtil em Minas Gerais, conduzida pelo superintendente Paulo José Álvares Mascarenhas.
1970
Tem início o programa de modernização, que inclui alterações no processo produtivo da Fabril Mascarenhas.
1977
Sr. Júlio Álvares Mascarenhas, como presidente da Fabril, inaugura a terceira hidrelétrica, com capacidade de 1.250 Kwa. A usina recebe o nome de Paulo Mascarenhas, em homenagem ao seu ex-diretor superintendente.
1980
É inaugurado o novo prédio da Central de Acabamento, idealizado também pelo Sr. Júlio Álvares Mascarenhas. A Fabril Mascarenhas passa a contar com modernos equipamentos para acabamento de tecidos e máquina de estampar.
1980
Sr. Júlio Álvares Mascarenhas, no comando da Fabril, adquire as Confecções Monferrari Ltda., situada em Belo Horizonte, para produção de jogos de cama e fraldas 100% algodão.
1981
A Fabril Mascarenhas, ainda na gestão do Sr. Júlio Álvares Mascarenhas, adquire a Industrial Policena Mascarenhas, em Araçaí (MG), para utilizar a capacidade disponível no setor de Acabamento e aumentar a produção.
1985
A empresa incentiva e participa da criação da Cooperativa de Consumo e da Associação Beneficente dos Funcionários, a Fama.
1987
A Fabril Mascarenhas comemora seus 100 anos com a presença de colaboradores e autoridades.
1997
A empresa unifica suas fábricas e toda a produção passa a ser centralizada em Alvinópolis.
SÉCULO XXI
2007
A Fabril Mascarenhas comemora 120 anos com a presença da equipe e de autoridades.
Hoje
Aos 130, Fabril Mascarenhas continua se modernizando para continuar sendo competitiva, gerando valor e desenvolvimento.

ESCRITÓRIO

Rua Guajajaras, 40 - Sala 907
Centro
Belo Horizonte - MG
CEP: 30180-910
Tel: (31) 3237-1400
VEJA NO MAPA

fábrica

Praça Coronel Aristides
Mascarenhas, 169
Alvinópolis - MG
CEP: 35950-000
Tel: (31) 3855-3050
VEJA NO MAPA

FABRIL MASCARENHAS © 2019