menu

Quem Somos

História

Linha do Tempo - Fabril Mascarenhas 130 Anos

SÉCULO XIX
1897
Companhia Industrial Paulo Moreirense é fundada por João Alves Fernandes, Virgílio Domingos Gomes Lima e Tenente Coronel José Pedro Gomes. Fábrica do Rio do Peixe é inaugurada.
SÉCULO XX
1901
Empresa passa a ser administrada por seus futuros compradores.
1912
Adquirida e administrada pelo Cel. Aristides José Mascarenhas, Dr. Frederico Augusto Álvares da Silva e Com. José Maria Afonso Baeta, empresa adota o nome Companhia Fabril Mascarenhas.
1922
Uma reorganização administrativa liderada pelo gerente Idyllio Marques Ferreira introduz sistemas de controle e acompanhamento do processo de fabricação de tecidos.
1923
Empresa instala um pequeno gerador e passa a fornecer energia elétrica para Alvinópolis.
1925
Fabril Mascarenhas constrói sua primeira hidrelétrica: a Usina Quebra Cuia.
1939
Um grande incêndio atinge a fábrica e, por meio de telegramas, sócios definem o futuro da empresa. Dr. Frederico Augusto Álvares da Silva escreve: "Fábrica totalmente destruída. Violento incêndio." Cel. Aristides José Mascarenhas responde: "Faça-se outra".

1939
Equipe se mobiliza para reerguer a fábrica. Funcionários homens se dedicam à construção, enquanto as mulheres são realocadas para trabalhar em uma tecelagem em Belo Horizonte.
1940/41
Após o incêndio, a nova fábrica é inaugurada com moderno maquinário importado da Inglaterra e da Alemanha.
1950
Usina do Funil, com potência de 450 Kwa, é projetada por Frederico Marques Álvares da Silva, o Dr. Fritz. Inauguração conta com a presença do então governador de Minas Gerais, Juscelino Kubitschek.
1968
Investindo em infraestrutura, a Fabril Mascarenhas abre escritório administrativo em Belo Horizonte.
1968
Empresa inicia produção de tecido largo de 2,20 metros, uma iniciativa pioneira no setor têxtil em Minas Gerais, conduzida pelo superintendente Paulo José Álvares Mascarenhas.
1970
Tem início o programa de modernização, que inclui alterações no processo produtivo.
1977
Sr. Júlio Álvares Mascarenhas, como presidente da Fabril, inaugura a terceira hidrelétrica, com capacidade de 1.250 Kwa, que recebe o nome de Usina Paulo Mascarenhas, em homenagem ao seu ex-diretor superintendente.
1980
Inaugurado o novo prédio da Central de Acabamento, idealizado também pelo Sr. Júlio Álvares Mascarenhas. A Fabril Mascarenhas passa a contar com modernos equipamentos para acabamento de tecidos e máquina de estampar.
1980
Sr. Júlio Álvares Mascarenhas, no comando da Fabril, adquire as Confecções Monferrari Ltda., situada em Belo Horizonte, para produção de jogos de cama e fraldas 100% algodão.
1981
Fabril Mascarenhas, ainda na gestão do Sr. Júlio Álvares Mascarenhas, adquire a Industrial Policena Mascarenhas, em Araçaí (MG), para utilizar a capacidade disponível no setor de Acabamento e aumentar a produção.
1985
Empresa incentiva e participa da criação da Cooperativa de Consumo e da Associação Beneficente dos Funcionários (Famas).
1987
Fabril Mascarenhas comemora seus 100 anos com a presença de colaboradores e autoridades.
1997
Empresa unifica suas fábricas e toda a produção é centralizada em Alvinópolis.
SÉCULO XXI
2007
Empresa comemora 120 anos com a presença da equipe e de autoridades.
Hoje
Dia a dia, a Fabril Mascarenhas se moderniza para tornar-se competitiva e continuar gerando desenvolvimento.

Escritório Central
R. Guajajaras, 40 - Sl. 907
Centro
Belo Horizonte - MG
CEP: 30180-910
Tel: (31) 3237-1400

Fábrica
Praça Coronel Aristides Mascarenhas, 169
Alvinópolis - MG
CEP: 35950-000
Tel: (31) 3855-3050